Instagram

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

CompreSempreBem: ECONOMIZE ÁGUA QUE ESTÁ ACABANDO!

29 de jan de 2015

ECONOMIZE ÁGUA QUE ESTÁ ACABANDO!

ECONOMIZE ÁGUA QUE ESTÁ ACABANDO!



Temos um problema com a falta de água em todo o planeta atualmente. Já algum tempo essa questão vem sido discutida no meio acadêmico já algum tempo e por autoridades políticas e diversas organizações não governamentais.

A água doce é essencial para a humanidade, mas a maioria das pessoas não se dá conta de que o aumento da população mundial, e portanto das atividades agrícolas e industriais, está reduzindo a qualidade desse recurso e tornando-o mais escasso em algumas regiões. O problema já é uma realidade em vários locais do planeta, preocupando cientistas e autoridades públicas e levando à adoção de medidas que evitem o desperdício ou a degradação das reservas hídricas. Leis mais sensíveis à importância dessa questão e a conscientização de cada indivíduo de que essa ameaça envolve a todos são os primeiros passos na busca de um uso mais sustentado da água na Terra.

Fator limitante da vida humana
A água doce (menos de 3% de toda a água existente no mundo) é a forma desse recurso usada primariamente pelo homem. A água salgada, encontrada nos oceanos e em algumas áreas continentais (97,25% do total), precisa passar por um processo de dessalinização antes do uso. A parcela imediatamente utilizável, presente em rios e lagos e nos aqüíferos subterrâneos, alcança em torno de 22% do estoque mundial de água doce. A maior parte do restante está em geleiras (nos pólos e nas montanhas de grande altitude), o que dificulta seu aproveitamento.

A crescente demanda mundial
Nas últimas cinco décadas, a população humana aumentou de forma rápida, até atingir o número atual: cerca de 5,7 bilhões de pessoas. Esse intenso crescimento está em parte relacionado às novas tecnologias industriais, que levaram à criação de novas drogas e à melhoria das condições de saneamento, em especial nas regiões urbanas mais desenvolvidas. Uma das conseqüências da explosão populacional foi a demanda crescente de água para atender necessidades básicas, como beber e cozinhar, e para as demais atividades ligadas à produção e ao lazer.


Conclusão: Estamos com os reservatórios hídricos no volume morto ou seja 0(zero), se pudermos agora economizar ao máximo e rezar para a natureza fazer a parte dela.