Instagram

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

CompreSempreBem: EM MENOS 24HS MANOBRA DO PRESIDENTE DA CÂMARA, A LEI DA MAIORIDADE PENAL FOI APROVADA COM TEXTO ORIGINAL

2 de jul de 2015

EM MENOS 24HS MANOBRA DO PRESIDENTE DA CÂMARA, A LEI DA MAIORIDADE PENAL FOI APROVADA COM TEXTO ORIGINAL




APÓS MANOBRA DO PRESIDENTE DA CÂMARA, A LEI DA MAIORIDADE PENAL FOI APROVADA COM TEXTO ORIGINAL
A manobra do presidente da Câmara, Eduardo Cunha(PMDB-RJ), causou revolta dos deputados contrários a aprovação da pec 171 que  declara maioridade penal para crimes hediondos. Mesmo após menos de 24hs a Câmara rejeitou aprovação da lei da maioridade penal para crimes hediondos, houve uma nova convocação para nova votação da PEC 171 (com o texto original que faltava votar)que visa sobre a lei da maioridade penal de 18 anos para 16 anos para crimes hediondos, Então houve uma nova convocação para nova convocação da PEC171 com o texto mudado!
A votação da madrugada desta quinta feira teve 323 votos favoráveis e 155 contrários contra aprovação e 2 abstenções conforme placar abaixo!
Para o texto seguir tramitando precisava de pelo menos 308 votos a favor foi o que houve, então conforme o Presidente da Câmara haverá conforme as leis do regimento da Câmara haverá nova votação do 2º turno após cinco sessões então somente ocorrerá no final de julho.

Pelo texto, os jovens de 16 e 17 anos terão que cumprir a pena em estabelecimento penal separado dos menores de 16 e maiores de 18. Ao final da votação, deputados favoráveis à mudança constitucional seguraram cartazes na tribuna em defesa da proposta e comemoraram com gritos!

Jovens da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) não esperavam a retomada da votação e, por isso, não conseguiram fazer protestos como os mobilizados na noite anterior.


Cunha também não permitiu a entrada dos poucos estudantes que foram à Câmara para defender a derrubada da proposta, alegando que os manifestantes fizeram tumulto na noite anterior.